Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO
APQuímica Logtipo

No passado dia 26 de maio a Comissão Europeia lançou uma consulta pública acerca da nova estratégia europeia para o hidrogénio. Esta consulta procura explorar o potencial do hidrogénio limpo para ajudar a descarbonizar a economia de forma sustentável, em consonância com a meta de neutralidade carbónica climática até 2050 estabelecida no Green Deal Europeu. Deve também contribuir para a recuperação dos efeitos económicos do COVID-19. A estratégia explorará ações para apoiar a produção e o uso de hidrogénio limpo, concentrando-se principalmente na integração do hidrogénio renovável.

 

A proposta de roadmap colocada a consulta indica que esta transformação fundamental da economia da Europa, numa economia verde e competitiva requer mudanças fundamentais e tecnologias inovadoras. O Green Deal identificou o hidrogénio limpo como uma área prioritária. Reconhecendo a necessidade de uma coordenação mais forte em toda a cadeia de valor, a nova Estratégia Industrial apresentada pela Comissão em março de 2020 anunciou uma "Aliança Europeia de Hidrogénio Limpo" para reunir investidores com parceiros governamentais, institucionais e industriais.

 

Segundo esta consulta o hidrogénio será um elemento importante, mas o seu principal papel e o seu âmbito mais amplo justificam uma abordagem específica. Em particular, as indústrias intensivas em energia, ampliando o uso de hidrogénio, devem desempenhar um papel fundamental no desenvolvimento de um mercado de hidrogénio limpo e que funcione bem e de uma infraestrutura económica. Os investimentos para impulsionar a produção de energia renovável e o abastecimento, armazenamento e transporte de hidrogénio limpo têm um forte potencial para apoiar a recuperação da crise do COVID-19, enquanto apoiam a liderança da indústria da UE na sua transição para a neutralidade climática e criam esses mercados. Neste contexto, a Comissão decidiu adotar uma nova estratégia dedicada ao hidrogénio na Europa, em sinergia com a estratégia de integração de sistemas energéticos e reunindo diferentes vertentes de ação, da pesquisa e inovação sobre produção e infraestrutura à dimensão internacional.

 

Esta consulta vai estar em curso até ao próximo dia 8 de junho.

 

Para saber mais clique aqui.

Para participar nesta consulta clique aqui.