Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO
APQuímica Logtipo

 No dia 4 de Dezembro, na Fundação Gulbenkian em Lisboa, decorreu uma sessão dedicada à apresentação de um roteiro cujo objetivo é conduzir Portugal a uma situação em que as emissões de gases de efeito de estufa sejam equivalentes à capacidade do País retirar esses mesmos gases da atmosfera. O objetivo, seguindo as orientações estabelecidas a nível da União Europeia, é que essa situação se atinja em 2050.

 

Na sessão, em que participaram os srs. Ministros do Ambiente e da Economia, foi apresentado pelo presidente da APA o Roteiro, tendo-se seguido intervenções dos Ministros presentes e uma série de mesas redondas abordando os diversos setores envolvidos, com a participação de especialistas, e moderadas pelos respetivos Secretários de Estado.
O Roteiro inclui 3 cenários alternativos, permitindo dois deles atingir integralmente a meta desejada em 2050.

 

Do conjunto das intervenções foi possível concluir que os maiores desafios se levantam no setor dos transportes, sendo prevista para 2050 a total eliminação de veículos a gasolina e gasóleo e no setor de produção de Energia Elétrica, com quase 100% de renováveis em 2050.

 

É reconhecido que a Indústria não poderá desempenhar um papel significativo nas reduções, sendo, no entanto, de sublinhar que a redução drástica de consumo de combustíveis derivados do petróleo terá consequências relevantes na Indústria de Refinação.

 

Durante a sua intervenção final, o Sr. Ministro do Ambiente anunciou que em 2019 se iniciará o processo de compensação dos custos indiretos do CO2 na energia elétrica para as atividades sensíveis e esses custos, o que poderá ser relevante para algumas empresas do Setor Químico.