Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação.

ACEITO
APQuímica Logtipo

No âmbito do Projeto E+C - Economia + Circular, a CIP (Confederação Empresarial de Portugal), com o envolvimento das entidades suas associadas e a colaboração técnica da EY-Parthenon, realizou durante o 2º trimestre de 2021 um inquérito de avaliação geral da realidade do tecido empresarial em Portugal em matéria de Economia Circular.

 

A auscultação das empresas através deste inquérito teve como objetivo apoiar na identificação do “estado da arte” da Economia Circular em Portugal, nomeadamente ajudando a compreender a integração de conceitos de circularidade na tomada de decisões estratégicas no tecido empresarial português, assim como o grau de implementação de iniciativas e modelos de circularidade no funcionamento das empresas e as barreiras associadas.

 

Através dos inquéritos realizados foi recolhida e analisada informação de um conjunto de 202 empresas, distribuindo-se por uma grande diversidade de geografias e setores, com relevância particular para as atividades industriais, e das quais cerca de 10% pertencem ao agrupamento setorial “Química e Petroquímica, incluindo plásticos”.

 

Em termos gerais, os resultados do inquérito E+C confirmam uma ideia fundamental já conhecida: são as empresas de maior dimensão a apresentar maior perceção e melhores resultados no que diz respeito aos aspetos fundamentais que permitem a progressão em matéria de Economia Circular.

 

Existindo uma quase total perceção da vantagem competitiva da Economia Circular e da Circularidade para os vários negócios, 97% das empresas reconhece a importância da adoção de modelos de negócio mais circulares.

 

Contudo, é ainda possível identificar fortes barreiras à sua integração. Os dados analisados apontam para a realidade de apenas 19% dos respondentes integrarem a Economia Circular nas suas decisões de modo a reduzir a sua pegada ambiental.

 

Esta reduzida percentagem parece resultar claramente de obstáculos e barreiras que limitam a aplicação de soluções de circularidade na atividade empresarial, entre as quais se destacam a legislação e enquadramento regulamentar, bem como as questões económicas e financeiras.

 

No que se refere à aposta em recursos humanos especializados, cerca de três quartos dos inquiridos (74%) entende que tem colaboradores com competências para adotar o conceito de Circularidade.

No entanto, verifica-se uma percentagem baixa (30%) de respondentes abertos à contratação de especialistas em Economia Circular.

Na resposta à especialização de recursos humanos, verifica-se que as empresas que já têm este tipo de perfis, com competências em Circularidade, são aquelas que revelam maior interesse em investir na contratação de mais ativos, o que demonstra a valorização deste know-how para o favorecimento dos negócios.

Por outro lado, apenas 7% das empresas disponibiliza, no contexto dos seus planos de formação corporativos obrigatórios, formação personalizada sobre Economia Circular.

 

Para uma análise mais detalhada dos resultados deste inquérito consultar:


Comunicado de Imprensa CIP - Inquérito E+C | Estratégias mais circulares e capacitação de recursos humanos são críticos para as empresas portuguesas

ver ficheiro


Resultados do inquérito E+C - Avaliação geral da realidade do tecido empresarial em Portugal em matéria de Economia Circular

ver ficheiro

  

   

O desenvolvimento deste inquérito e a análise dos seus resultados insere-se no Projeto Economia + Circular, promovido pela CIP em colaboração com todas as entidades suas associadas, no qual a APQuímica está fortemente envolvida desde o seu início.

Durante 12 meses, o Projeto E+C, para além de proceder a um levantamento do estado da arte da Economia Circular em Portugal – identificando as boas práticas já adotadas e os projetos em curso –, procura ainda estimular a adoção pelas empresas portuguesas de uma metodologia de medição da Circularidade amplamente testada a nível internacional – a ferramenta Circulytics desenvolvida pela Fundação Ellen MacArthur.

 

Informação adicional sobre o Projeto Economia + Circular

 

Para mais informações contactar: info@apquimica.pt