APQuímica Logtipo

No início de fevereiro de 2023, a APQuímica viu a sua proposta de roteiro para a descarbonização do setor químico 2050 aprovada para financiamento pelo PRR medida C11.

 

Submetida a meio de abril de 2022, entre 39 candidaturas, ao Aviso PRR n.º 01/C11-i01/2021, a candidatura da APQuímica ficou no top 3 das melhores classificações entre as 22 candidaturas de roteiros de descarbonização setoriais aprovadas.

 

Fortemente alinhada com o “Transition Pathway” para a Indústria Química Europeia (mais informação aqui), a que pretende dar resposta no plano nacional, o Roteiro para a Neutralidade Carbónica da Indústria Química Portuguesa 2050 (RNCIQ PT 2050) a implementar pela APQuímica durante os próximos dois anos, tem ainda uma forte ligação aos múltiplos projetos de transição verde que estão atualmente a ser desenvolvidos pelas empresas industriais suas associadas, em particular ao abrigo das linhas PRR de descarbonização da indústria, agendas mobilizadoras, hidrogénio e outros gases renováveis, etc, para os quais pretende fornecer um enquadramento global integrado, que permita reforçar o impacto positivo e as sinergias entre todos esses projetos.  

 

Partindo da realidade atual da Indústria Química e da evolução prevista para as suas emissões de GEE, o RNCIQ PT 2050 tem por objetivo explorar a viabilidade de trajetórias que conduzam à neutralidade carbónica do Setor da Química, Petroquímica e Refinação em Portugal, identificando os principais vetores de descarbonização e opções de mitigação disponíveis (designadamente tecnológicas), com vista à proposta de um conjunto de cenários possíveis (“transition pathways”) custo-eficazes de redução de emissões de GEE do Setor a nível nacional, mapeando igualmente requisitos e condicionantes associados à sua execução.

 

Os resultados e conclusões do RNCIQ PT 2050:

 

  • Serão debatidos com decisores políticos, agências públicas, outros stakeholders relevantes e com o público em geral, num conjunto alargado de eventos, ações de comunicação e de disseminação da informação gerada no âmbito do projeto, com o objetivo de reforçar o seu impacto e replicabilidade no setor, na economia e na Sociedade, considerando o papel relevante que a química também poderá assumir na descarbonização de outros setores industriais.

 

  • Serão ainda complementados pela dinamização de ações de ativação e capacitação centradas na criação e promoção da pool de recursos humanos qualificados e dos novos perfis de competências que serão necessários para assegurar o sucesso e a continuidade futura da execução do RNCIQ PT até 2050.

 

  • Permitirão conhecer, para cada um dos cenários e opções tecnológicas identificadas (“transition pathways”), as condições facilitadoras, requisitos e barreiras à sua concretização, propondo ações concretas, a discutir com os vários stakeholders envolvidos, para suporte à implementação do RNCIQ PT 2050 e dos projetos individuais de descarbonização e transição verde das várias empresas do Setor.

 

Para mais informações contactar: info@apquímica.pt